quarta-feira, 6 de agosto de 2008

“ESTE É UM LUGAR DE PORTAS ABERTAS”

“ESTE É UM LUGAR DE PORTAS ABERTAS”
“Porque uma porta grande e oportuna para o trabalho se me abriu; e há muitos adversários”. I Coríntios 16:9
Quando inicia sua segunda viagem missionária juntamente com Priscila e seu marido Áquila, o apostolo Paulo ao passar por Éfeso, (Capital da PROVÍNCIA romana da ÁSIA, famosa por seu templo de DIANA. Era um grande centro comercial) permanece alguns dias nesta cidade, seguindo viagem para Jerusalém, prometendo voltar.
“E Paulo, ficando ainda ali muitos dias, despediu-se dos irmãos e dali navegou para a Síria e, com ele, Priscila e Áquila, tendo rapado a cabeça em Cencréia, porque tinha voto. E chegou a Éfeso e deixou-os ali; mas ele, entrando na sinagoga, disputava com os judeus. E, rogando-lhe eles que ficasse por mais algum tempo, não conveio nisso. (At.18:18-20).

Voltando na sua terceira viagem missionária o apostolo Paulo deixa a cidade de Corinto e segue para a Ásia ficando em Éfeso.
“E sucedeu que, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, tendo passado por todas as regiões superiores, chegou a Éfeso e, achando ali alguns discípulos”. (At.19:1).

Agora sentindo que é a vontade de Deus, Paulo inicia seu ministério missionário na cidade de Éfeso.

“Durante três meses, Paulo freqüentou a sinagoga, onde falava ousadamente, dissertando e persuadindo com respeito ao reino de Deus. Visto que alguns deles se mostravam empedernidos e descrentes, falando mal do Caminho diante da multidão, Paulo, apartando-se deles, separou os discípulos, passando a discorrer diariamente na escola de Tirano. Durou isto por espaço de dois anos, dando ensejo a que todos os habitantes da Ásia ouvissem a palavra do Senhor, tanto judeus como gregos”. (At.19:8-10).

Permanecendo por três anos naquele lugar.

“Portanto, vigiai, lembrando-vos de que, por três anos, noite e dia, não cessei de admoestar, com lágrimas, a cada um”. (At.20:31).

“Eu disse no meu coração: Deus julgará o justo e o ímpio; porque há um tempo para todo intento e para toda obra”. Eclesiastes 3:17.

Iniciando nosso ministério na Igreja Batista Vitoria Regia, Deus colocou em meu coração o tema: “ESTE É UM LUGAR DE PORTAS ABERTAS”. O tema fala de PORTAS ABERTAS para o mundo espiritual e não o material. Ficar com as dependências do templo com todas as portas abertas, com certeza teria que deixar sempre um irmão de plantão durante este período, se assim não fizermos corremos o risco de ficar sem cadeiras; som; lâmpadas; etc.

ESTE É UM LUGAR ONDE DEUS TEM ABERTO PORTAS QUE NINGUÉM PODERÁ FECHAR.
Deus não se importa com o tamanho físico do que temos, mas com a disposição espiritual com que nos entregamos para a Sua obra.

“Eu sei as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra e não negaste o meu nome”. (Ap. 3:8).

Temos muitas vezes condicionado Deus dentro do nosso “miserável” modo de ver e sentir todas as coisas sentimos o chamado de Deus visualizamos a necessidade para qual Deus tem nos chamado, mas não temos procurado agir de conformidade com a instrução que Deus nos dá através da Sua Palavra a Bíblia Sagrada.

Paulo sabia da necessidade na cidade de Éfeso, volta para lá e vislumbra a vontade de Deus para aquela cidade.
Então escreve uma carta a igreja em Corinto notificando àquela igreja a situação em Éfeso, como sendo uma grande oportunidade para a pregação do Evangelho, mas também pede orações pelo seu trabalho naquele lugar, sabendo que quando uma porta se abre o numero de adversário de Deus também é reforçado.

Quando lemos o relatório que Paulo faz sobre a cidade de Éfeso, notamos a grande semelhança com varias cidades de nosso País.

“Então muitos dos que creram vinham e confessavam publicamente as coisas más que haviam feito. E muitos daqueles que praticavam feitiçaria ajuntaram os seus livros e os trouxeram para queimar diante de todos. Quando calcularam o preço dos livros queimados, o total chegou a cinqüenta mil moedas de prata. Assim, de maneira poderosa, a mensagem do Senhor era anunciada e se espalhava cada vez mais”. (At.19:18-20).
“Foi nessa ocasião que houve na cidade de Éfeso uma grande desordem por causa do Caminho do Senhor. Um ourives, chamado Demétrio, fazia pequenos modelos de prata do templo da deusa Diana, e o seu negócio dava muito lucro aos que trabalhavam com ele. Então ele chamou estes e outros da mesma profissão e disse: -Meus amigos, vocês sabem que a nossa riqueza vem deste nosso ofício.
Vocês mesmos podem ver e ouvir o que esse tal de Paulo está fazendo. Ele afirma que os deuses feitos por mãos humanas não são deuses de verdade. E está conseguindo convencer muita gente, tanto daqui como de quase toda a província da Ásia. Assim nós estamos correndo o perigo de ver o povo rejeitar o nosso negócio. E não é só isso. Existe o perigo de o templo da grande deusa Diana não ficar valendo mais nada e também de ser destruída a grandeza dessa deusa adorada por todos na Ásia e no mundo inteiro. Quando a multidão ouviu isso, ficou furiosa e começou a gritar: -Viva a grande Diana de Éfeso! (At.19:23-28).

O templo a Diana (deusa romana que representava a lua, os campos e os bosques. Correspondia à deusa Artemísia, dos gregos. O centro principal de sua adoração estava em Éfeso) era uma das sete maravilhas do mundo antigo – uma magnífica estrutura com 127 colunas de vinte metros de altura, numa área de aproximadamente 140 metros de comprimento por 60 metros de altura.

A semelhança com o grande templo na cidade de Aparecida no Estado de São Paulo que é declarado por lei como sendo a “mãe” dos brasileiros com data especial no calendário cívico nacional etc. (é mera coincidência ou o povo ainda adora Diana? o povo ainda quer uma deusa?).
A feitiçaria que ainda não se sabe ao certo quantas vidas inocentes tem ceifado e ainda continue impune.
O testemunho de homens e mulheres que Deus tem restaurado que clamam diante de multidões dando detalhe dos rituais, mesmo assim ainda continua impune; e os noticiários comunicando diariamente o desaparecimento de crianças?

IGREJA BATISTA VITORIA REGIA, como servo de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, agora servindo esta amada Igreja, eu faço um clamor: se o meu amado irmão ou amada irmã não tem tempo para trabalhar na evangelização de nossa cidade, começando pelo nosso bairro, ore diariamente para que Deus conceda força e sabedoria àqueles que tem se colocado a disposição de Deus para realizar a obra.
ORE DIARIAMENTE; ORE DIUTURNAMENTE.
Olhe ao seu redor pessoas que vivem adorando imagens feitas por mãos humanas; que vivem gastando seu dinheiro com trabalhos de feitiçarias; jovens usando paliativos como drogas e bebidas alcoólicas justificando sua maneira de viver na busca de satisfação e prazeres.

Ore para que Deus levante homens e mulheres para que esta PORTA OPORTUNA NÃO SE FECHE.

Pois nós não anunciamos a nós mesmos; nós anunciamos Jesus Cristo como o Senhor e a nós como servos de vocês, por causa de Jesus. O Deus que disse: "Que da escuridão brilhe a luz" é o mesmo que fez a luz brilhar no nosso coração. E isso para nos trazer a luz do conhecimento da glória de Deus, que brilha no rosto de Jesus Cristo. Porém nós que temos esse tesouro espiritual somos como potes de barro para que fique claro que o poder supremo pertence a Deus e não a nós. Muitas vezes ficamos aflitos, mas não somos derrotados. Algumas vezes ficamos em dúvida, mas nunca ficamos desesperados. Temos muitos inimigos, mas nunca nos falta um amigo. Às vezes somos gravemente feridos, mas não somos destruídos. Levamos sempre no nosso corpo mortal a morte de Jesus para que também a vida dele seja vista no nosso corpo. Durante a vida inteira estamos sempre em perigo de morte por causa de Jesus, para que a vida dele seja vista neste nosso corpo mortal. De modo que a morte está agindo em nós, e a vida está agindo em vocês. As Escrituras Sagradas dizem: "Eu cri e por isso falei." Pois assim nós, que temos a mesma fé em Deus, também falamos porque cremos. Pois sabemos que Deus, que ressuscitou o Senhor Jesus, também nos ressuscitará com ele e nos levará, junto com vocês, até a presença dele. Tudo isso aconteceu para o bem de vocês, a fim de que a graça de Deus alcance um número cada vez maior de pessoas, e estas façam mais orações de agradecimento, para a glória de Deus. Por isso nunca ficamos desanimados. Mesmo que o nosso corpo vá se gastando, o nosso espírito vai se renovando dia a dia. II Coríntios 4:5-16

Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor, às imagens de escultura. Isaías 42:8

AO ÚNICO DEUS, SALVADOR NOSSO, POR JESUS CRISTO, NOSSO SENHOR, SEJA GLÓRIA E MAJESTADE, DOMÍNIO E PODER, ANTES DE TODOS OS SÉCULOS, AGORA E PARA TODO O SEMPRE. AMÉM! JUDAS 1:25

Um comentário:

Unijovem disse...

Esse tema maravilhoso que o Senhor lhe deu tabém tem inspirado a liderança da Jubanorte. Muito oportuno e especial para todos nós.